Saúde compra um millhão de doses da CoronaVac para crianças de 3 a 5 anos

Saúde compra um millhão de doses da CoronaVac para crianças de 3 a 5 anos

O Ministério da Saúde formalizou a compra de um milhão de doses da CoronaVac para crianças de 3 a 5 anos, afirmou hoje o Instituto Butantan. Segundo nota divulgada pelo instituto, as doses devem chegar até meados de setembro.

Ainda de acordo com o Butantan, foram enviados três ofícios à pasta até que a compra fosse oficializada. Todas as propostas tinham preço, condições de entrega e a quantidade de doses, que, segundo comunicado do instituto, são suficientes para atender todas as pessoas dessa faixa etária.

No início do mês, o Ministério da Saúde , abrindo mão de negociar com o Butantan, segundo a colunista do UOL Carla Araújo.

No mês passado, —é o único imunizante que pode ser aplicado nesta faixa etária.

A CoronaVac foi a primeira vacina contra covid-19 aplicada no Brasil, embora (PL). O Butantan por não ter recebido novos pedidos. No total, o laboratório entregou mais de 110 milhões de doses ao Ministério da Saúde.

Desde 2020, quando as vacinas contra covid-19 começaram a ser desenvolvidas, Bolsonaro vem criticando e levantando desconfiança contra a CoronaVac —tanto pela origem chinesa quanto por acusações falsas de ineficácia.

O então ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, chegou a assinar um termo de compromisso de compra do imunizante, em outubro daquele ano. E foi desautorizado, no dia seguinte, pelo presidente. "O povo brasileiro não será cobaia de ninguém", publicou, à época, Bolsonaro.

Em meio aos ataques, a vacina virou motivo de embate político entre o presidente e o ex-governador de São Paulo João Doria (PSDB). O governo paulista foi o responsável pela negociação com o laboratório chinês para desenvolver pesquisas, importar os insumos e fabricar este imunizante em território nacional.