Médico é preso por manter paciente em cárcere privado no Rio de Janeiro

Médico é preso por manter paciente em cárcere privado no Rio de Janeiro

Mulher com barriga necrosada passou por cárcere privado em hospital por dois meses

Agentes da Delegacia de Atendimento à Mulher de Duque de Caxias (Deam-Caxias) prenderam hoje, 18, um médico que teria mantido uma paciente em cárcere privado em um hospital particular localizado na Baixada Fluminense.

Conforme afirma a família da vítima, a mulher estaria presa no hospital há quase dois meses, desde que um procedimento estético em sua barriga deu errado.

Os policiais cumpriram mandados de prisão preventiva contra o suspeito, o cirurgião plástico Bolívar Guerrero Silva, de busca e apreensão e de condução coercitiva no Hospital Santa Branca. 

Segundo informações do portal de notícias G1, foi a tia da vítima quem procurou a Deam-Caxias para relatar o ocorrido. De acordo com ela, a sobrinha se submeteu a uma abdominoplastia no início de março. Em junho, no entanto, ela acabou tendo de realizar outras três intervenções devido a complicações.